Alexandre Frota

Cotia: intervenções na rodovia Raposo Tavares devem “sair do papel” ainda este ano

Deputado Alexandre Frota mostra contrato de convênio entre prefeitura e governo do estado assinado por Rogério Franco (Divulgação)

O governador do estado de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), deve autorizar na sexta-feira (1º/7), o inicio do processo de licitação para as obras na rodovia Raposo Tavares. As intervenções acontecerão após a assinatura do convênio entre o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), a prefeitura de Cotia e o governo do estado. Para sair do papel, o projeto contou com apoio do deputado federal, Alexandre Frota (PSDB), que reside em Cotia. O parlamentar fez toda a articulação para acelerar a entrega de documentos que estavam faltando no DER, e também, protocolou o contrato na Prefeitura de Cotia para que o documento fosse assinado pelo prefeito Rogério Franco.

Na terça-feira (28), durante entrevista coletiva, o deputado federal desmentiu os boatos de que a obra não seria autorizada pelo governador Rodrigo Garcia, devido ao fato do prefeito Rogério Franco ter declarado apoio ao pré-candidato a governador, Fernando Haddad (PT). “Isso não tem cabimento. Estou aqui para passar um recado do governador que ele não vai governar nem para esquerda e nem para direita, mas sim para levar o estado para frente. E para explicar que essa questão de partido não vai impedir a realização de uma obra que vai ajudar milhares de pessoas da região e os moradores de Cotia”, disse.

Obra orçada em R$ 100 milhões


Frota também explicou que iniciou as tratativas para as obras na rodovia no inicio em 2019, após ser procurado pelo prefeito Rogério Franco e outros políticos da cidade para falar sobre os problemas de mobilidade. “Após ter sido eleito fui procurado para ajudar nesta questão e iniciamos diversas conversas, até que em agosto do ano passo o então governador Doria esteve em Cotia e anunciou a obra. Porém, com a demora, nós fomos até o DER e ficamos sabendo que faltavam alguns documentos da Prefeitura de Cotia. Então, pedimos que a relação fosse encaminhada para a administração, o que foi realizado em 14 dias. Cientes do fato, a prefeitura preparou a documentação que faltava e encaminhou ao DER”, explicou.

Com toda a documentação regularizada, o contrato para a formalização do convênio entre estado e prefeitura foi elaborado, porém, devido ao período eleitoral, a assinatura deveria ser feita até o dia 29 de junho. Se isso não acontecesse a licitação só poderia ser feita após as eleições gerais que acontecerão em outubro. “Diante disso, nós pegamos o contrato, feito entre o jurídico da prefeitura e DER, e protocolamos para que ele fosse assinado pelo Rogério Franco e pelo Rodrigo Garcia dentro do prazo estipulado pela legislação e resolver de vez essa questão da rodovia Raposo Tavares”, revelou.

No total, serão R$ 100 milhões para a construção de viadutos e novos acessos. Entre as intervenções previstas estão: construção de uma transposição sobre a rodovia na altura do km 24+800, o trevo do km 26 deverá ser adequado e melhorado. O viaduto, no km 24+820, ligará a Rua Mazel à Rua dos Manacás, que funciona como uma marginal leste da SP-270. Esta intervenção será ainda complementada com a implantação de uma nova ligação entre a Rua dos Manacás e a Avenida das Acácias e implicará na remoção da passarela existente naquele local.

No trevo do km 26, na lista Leste da rodovia, será feita uma remodelação das alças do trevo parcial existente (projeção da Estrada Embu), além de nova opção de viário municipal, entre outras melhorias. As obras prometem gerar mais fluidez ao tráfego beneficiando também as cidades de Carapicuíba, Vargem Grande Paulista, Itapevi, Osasco e Embu das Artes. 

(Foto da Capa: Francisco Cepeda/Giro S/A)

O que achou desse assunto? Compartilhe nas redes sociais.

WhatsApp
Facebook
Twitter